20 de junho de 2011

Bar da Dona Onça

Este é mais um lugar que estávamos planejando ir fazia um tempão mas sempre adiávamos. Resolvemos comemorar o Dia dos Namorados almoçando lá mas como tudo fica insuportavelmente cheio neste dia e estressamos fácil com filas, combinamos de ir no dia anterior (comemorar antes ou depois não faz diferença para nós). O restaurante fica instalado no térreo do Edifício Copan, um dos cartões postais da cidade, e é comandado pela chef Janaína Rueda e seu marido, o também chef Jefferson Rueda que depois da saída do Pomodori passou a dar expediente por lá.


Com uma cozinha simples mas bem executada, cativou muitos clientes desde sua inauguração. No cardápio pratos típicos brasileiros, massas e outros mais elaborados. O ambiente é agradável porém muito apertado. Chegamos por volta das 13:00h e havia poucas mesas livres. Fomos acomodados no centro do salão ao lado de um casal, mas com as mesas tão coladas, a impressão era de que estávamos no balcão do Aska...Perguntamos para o maitre se era possível sentar em uma mesa do canto mas ele informou que estava reservada para uma jornalista e caso ela não chegasse em 10 minutos cederia o lugar para nós. Aguardamos o tempo e perguntamos novamente e como ela não chegou (para nossa alegria), ele liberou a mesa.

Mais confortáveis começamos pedindo o Lombinho de porco à milanesa com compota de maçã. Mas se preparem pois o cardápio lista várias opções que parecem ser saborosas e a dúvida é grande.


O lombinho bem sequinho acompanhado da compota de maçã e de um molho rosé foi uma boa escolha. Para quem não gosta de carne de porco muito gordurosa é uma boa opção.

Depois disso foi uma longa espera...e nada dos nossos pratos chegarem. A atendente disse que logo estariam prontos mas ainda demorou mais um pouco. Por fim chegou o maitre deixando uma cumbuca com chips de mandioquinha dizendo que houve um problema com os pedidos e pediu desculpas pelo atraso. Pelo menos foi gentil desculpando-se. Em muitos lugares nem satisfação é dada...


Após a espera a Denise foi contemplada com o Fusilli Caseiro com Ragú de Linguiça Calabresa e Pepperoncini. Eu fui logo roubando um pouco pois aparentava estar muito bom. E como estava...o molho delicado e adocicado contrastava muito bem com o sabor mais forte da calabresa. Foi uma das melhores massas que comemos até hoje.


Eu fui de feijoada pois tinha ouvido falar bem. Além de um pequeno caldeirão com o feijão e pedaços graúdos de carne seca, ainda acompanha costelinha de porco, abóbora, maxixe, salada de couve, tartar de banana e farofa.

 

A porção para uma pessoa é muito bem servida e como eu tinha roubado um pouco do prato da Denise, deu para dividir a feijoada e assim ela não reclamou...Tudo estava muito bom.

Para arrematar pedimos a famosa porção de churros, que chegaram à mesa bem sequinhos. Nós gostamos mas a massa parece ser um pouco mais pesada do que os do Veloso.


Não é um lugar barato, mas pelo que foi servido compensou. Vale a pena conhecer e experimentar tanto os petiscos quanto os pratos principais. É um lugar que com certeza voltaremos...

Preços
Lombinho de porco à milanesa com compota de maçã: R$ 36,00
Fusilli Caseiro com Ragú de Linguiça Calabresa e Pepperoncini: R$ 44,00
Feijoada: R$ 43,00
Churros: R$ 16,00
Água c/ gás: R$ 4,00

Endereço
Av. Ipiranga, 200 - Loja 27/29 - Centro

Site
Não tem

9 comentários:

Georgia disse...

Parece tudo muito bom, mas o preço do fusilli pro tamanho da porção, achei mega caro né?
Churros eu amo, recheado de doce de leite então, ai ai...

Ótima semana pra vcs!!

Vania Maria disse...

Oi, tudo bem?

Somos do blog "Cia dos Botecos" e ainda não conhecemos esse bar, morremos de vontade!!! Parabéns pelo post.

Fora isso, gostaria de conversar com vocês sobre um evento... poderiam nos mandar um email?

No aguardo,

Vânia e Luís Gustavo
vaniamariagarcia@hotmail.com
verdelone@gmail.com

www.ciadosbotecos.blogspot.com

Monica Arassiro disse...

Já fui no Bar da Dona Onça e gostei muito. Todos os pratos que pedimos tavam ótimos. De entrada pedimos pancetta de porco. Eu fui de picadinho de filé, arroz, ovo e tartar de banana; minha amiga Lilian de croc milanesa com salada de rúcula; minha amiga Helô de frango com quiabo e minha irmã Renata, de língua de boi com molho madeira e purê de batatas. Todos os pratos tavam muito bons mesmo. Também pedimos os churros, entre outras sobremesas. Os drinks também tavam excelentes. Tomei um cajú amigo que tava delicioso. Quero voltar lá. Gosto muito do blog de vcs. bjs,

Kiyomi, a.k.a. Piggy disse...

Não posso entrar no site de vocês com fome que dá vontade de comer tudo!! Se tivesse um restaurante que servisse estes tipos de pratos aqui, ia ter clientela, com certeza, e convertendo, nao sairia caro no Japão (tá, ficou obvio).
E adoro churros!!! Contei o episodio de um festival em Fuji ne? (Fiquei mais de meia hora a uma hora na fila e quando estava pra chegar minha vez, acabaram!)
Bjs!

Tabeteimasu disse...

Olá Georgia,
Realmente não foi barato pois o prato em si é individual mas a proposta ali é diferente daquelas cantinas com porções enormes a preços camaradas...Não e um lugar que dá para ir com muita frequência mas vale a pena de vez em quando...

Olá Vânia,
Já mandei o nosso contato.

Olá Mônica,
Que bom que gostou de lá. Nós saímos de lá com vontade de experimentar quase tudo. Fora o caju amigo que ficamos na vontade pois estávamos tomando remédio para gripe e não dava para tomar nada alcoólico...Que bom gosta do nosso blog. Esperamos que continue nos acompanhando!

Olá Kiyomi,
Você tem que vir aqui depois do almoço/janta assim não passa tanta vontade...rs...Com certeza os pratos servidos no Dona Onça fariam sucesso por aí...todo mundo ia querer matar a saudade daquela comida caseira...
Nós também adoramos churros...e eu lembro da sua história...rs...vc deve ter ficado muito decepcionada né...rs...fora a vontade....

Abs a todas,
Carlos

andreia inoue disse...

Ola denise e carlos,
gostei muito primeira foto,a onça eh muito kawai.
:D
e como vcs falaram,o preco eh beeeeeemmmmmmm salgadinho,mas se eh gostoso, vale a pena em ocasioes super especiais,quando vamos comemorar algo bacana ou um encontro com amigos ne?
fiquei babando nos churros,haha...beijao.

Tabeteimasu - Denise disse...

Olá Andréia,

O lugar foi acima do esperado! Deu para matar um pouquinho das lombrigas, mas foi ótimo ter comemorado o dia dos namorados lá!

Estamos planejando voltar logo, agora precisamos ver quando... rs

Bjos!

Silvia Mascella Rosa disse...

Oi! Tinha lido sobre o Bar aqui no blog e ontem resolvi largar o trabalho e ir conhecer.
Não me decepcionei, casa cheia e não muito barata, mas tudo funcionou e estava caprichado e saboroso e olha que eu pedi um prato difícil, um steak tartar que eu adoro e sou cheia de medo de comer em qualquer lugar. Meu marido foi de picadinho de filé.
Os mini-churros são campeões, delicados e em contraponto exato com o doce de leite, por conta da fritura. O café expresso estava tão bom que tomamos dois!
Parabéns pelo blog bonito e simpático e pelas boas dicas!

Tabeteimasu disse...

Olá Sílvia,
Que bom que gostou de nossa recomendação. Nós gostamos bastante de lá pois os pratos são bem executados e bem saborosos. Se você gostou dos mini-churros, tente experimentar do Bar Veloso. São muito bons também.

Agradecemos pelos elogios! Seu blog é muito bacana também e tem boas dicas, especialmente para os amantes de vinhos.

Abraço,
Carlos e Denise

Postar um comentário