3 de dezembro de 2012

Japão - Fukuoka - Canal City

Entre o distrito de Hakata que falamos no post anterior e Tenjin que falaremos no próximo, fica o complexo comercial Canal City inaugurado em 1996. Ele conta com hotel, escritórios, cinema, teatro, lojas e restaurantes distribuídos em vários prédios cortados por um canal artificial. Ele ajudou a revitalizar a área e virou uma atração turística atraindo mais visitantes à cidade. Ele pode ser acessado em uma agradável caminhada de 15 minutos a partir da estação de Hakata.


O espaço ao longo do canal é dividido em 5 zonas: Sea Court, Earth Walk, Sun Plaza Stage, Moon Walk e Star Court. A arquitetura do shopping cheio de curvas é muito bacana. Na parte central ocorrem alguns pocket shows e inclusive no dia que visitamos estava havendo um. A cada 30 minutos a fonte instalada no canal era ligada fazendo um pequeno show de águas dançantes.


Muitos devem pensar que gostamos bastante de shoppings já que fomos em vários durante a viagem, mas a questão é que os shoppings do Japão são diferentes dos nossos. Eles não são cansativos e claustrofóbicos pois mesclam áreas fechadas com áreas abertas e isso torna o passeio muito mais agradável. Além disso eles concentram diversas opções gastronômicas e muitas vezes pequenos supermercados, que para nós é um parque de diversões.

Nos corredores do shopping um simpático robô fazia a vez da central de informações ajudando a localizar lojas e restaurantes.


Havia várias opções para comer e entre elas uma muito curiosa. No Moomin Bakery & Cafe você podia escolher um simpático ogro de pelúcia, o moomin, e levar ele para sentar junto na mesa. Nas mesas havia crianças além de jovens casais. Como a Denise já tem um ogro de verdade ao lado dela fomos procurar outro restaurante que contaremos logo mais e que é mais a nossa cara...


Atrás do shopping corre o Rio Nakagawa sendo muito agradável caminhar por ali. Tulipas muito belas e bem cuidadas enfeitam as margens.


Muitas pessoas costumam ficar sentadas na margem apreciando a bela vista ou simplesmente para descansar e divagar. Vários pássaros convivem por ali em harmonia.


Apesar de ser um lugar muito agradável e caminho de muitas pessoas, não costuma ficar muito cheio sendo bem tranquilo e silencioso. Além disso ajuda o fato de que os japoneses não falam tão alto quanto os brasileiros...


Uma lanterna de 1899 contruída em homenagem à Yahiro Rihei após a abertura de um parque de diversões foi levada em 1954 para a a praça que fica atrás do Canal City e permanece até os dias de hoje.


Vimos muitos casais passeando por ali e realmente era um lugar muito belo para passar uma tarde. Gostamos tanto que passamos por ali em dois dias. Foi um dos locais que mais gostamos na cidade.


Caminhando um pouco mais era possível chegar ao distrito de Tenjin que falaremos no próximo post. Era um caminho bem agradável ao lado do rio e nem percebíamos o tempo passar. É uma pena que não temos essa experiência de caminhar nas margens de um rio pois com toda certeza é algo muito agradável.


Site


Donmai

Na hora de comer, ficamos em dúvida entre alguns restaurantes do Canal City mas fomos descartando aqueles que tinham cardápio mais "ocidental". Sim, japoneses gostam de comer comidas diferentes como nós fazemos normalmente nos fins de semana. Então é normal encontrar várias opções de macarrão nos restaurantes por exemplo. Encontramos um bem no fundo e sem filas (os mais ocidentais tinham filas de espera) chamado Donmai.


Entramos e nos acomodamos em uma mesa mas só depois que sentamos a Denise percebeu um aquário bem atrás de nós sem nenhum peixe parecendo abandonado (a impressão era de que tinha até teia de aranha na água...). Para complementar uma senhora gritou "Irasshaimassê" lá do fundo com uma voz rouca que dava medo...logo pensamos que deveríamos ter escolhido outro mas ela trouxe o cardápio e a jarra de água sendo bem simpática. Mas a voz dela dava medo...


Folheando o cardápio avistei logo que tinha unadon e não tive dúvidas em pedir. Só estranhei um pouco o preço pois era muito barato. Custava ¥ 850 (R$ 20,40), menos da metade do que costuma ser cobrado em outros locais. Quando a esmola é demais o santo desconfia...


Mas estava muito bom. A única diferença era que a enguia não era tão carnuda e parecia ser um pouco mais gordurosa. Como sou um pouco exagerado aproveitei e pedi uma porção extra de unagui.


Na entrada do restaurante havia aquelas tradicionais réplicas dos pratos e a Denise viu um teishoku que tinha missoshiru com asari (um tipo de vôngole) e ela não teve dúvidas também.


Algumas pequenas fatias de sashimi e gohan faziam parte do teishoku além de soja e lula curtida. Mas o grande atrativo foi o missoshiru que realmente estava muito saboroso.


Para nossa alegria havia Ginger Ale para beber...como isso faz falta por aqui...


No dia seguinte passamos pelo Canal City novamente e decidimos almoçar de novo no Donmai pois gostamos bastante da comida. Desta vez estava mais cheio, creio que por ser um domingo. Só havia 2 lugares no balcão e sentamos lá. A proprietária de voz rouca nos reconheceu e logo que vagou um tatame ela nos levou até lá. O único problema é que ela nos colocou no meio de duas mesas de fumantes...Nem tudo são "flores" no Japão. Em algumas ruas é proibido fumar, acredite se quiser, mas em compensação nos restaurantes é liberado!

E na prática a divisão quase não existe pois fumantes ficam de um lado e não fumantes do outro, muitas vezes sem nenhuma divisória. Comer com fumaça é muito ruim pois você acaba não sentindo o sabor direito. Fora que para quem não fuma incomoda pra caramba. Pelo menos em alguma coisa São Paulo leva vantagem...

Como estava com fome pedi a mesma coisa, um unadon e uma porção extra de unagui. Não satisfeito pedi o Sashimi do dia. Em uma apresentação muito bonita, as fatias vieram sobre uma cama de gelo. Os peixes estavam fresquíssimos e muito bons.


A Denise foi de Sopa de Asari e uma porção de tempurá. A sopa estava boa mas ela disse que o missoshiru de asari estava melhor. O tempurá estava sequinho e bem gostoso. Consegui roubar alguns pedaços e também gostei.


Preços
Unadon: ¥ 850 (R$ 20,40)
Porção de unagui: ¥ 650 (R$ 15,60)
Teishoku Asari: ¥ 850 (R$ 20,40)
Ginger Ale: ¥ 7,20
Sashimi: ¥ 1500 (R$ 36,00)
Sopa de Asari: ¥ 870 (R$ 20,88)
Tempura: ¥ 1000 (R$ 24,00)

Endereço
Canal City - North Building B1
1-2-22 Sumiyoshi, Hakata Ward, Fukuoka

Site

10 comentários:

Vanessa Fernandes disse...

Olá amigos queridos! Td bem?!?

Primeiramente, queria me desculpar pois faz tempo que não comento... :( É que estou bastante atarefada nos últimos dias e acho que vcs já imaginam o pq (estamos indo atrás daquela idéia de negócio que contamos no último almoço). Então, ando deixando até meu blog de lado...

Enfim, mais um post incrível!!! Custei a acreditar que aquilo era um shopping. Eu odeio os shoppings daqui, mas tenho certeza que iria amar os do Japão pois eles mesclam urbano com natureza. Muito bacana isso!

E aquelas flores?!? Que coisa mais linda e apaixonante. Passaria horas ali fácil, fácil!

Uma pena é esse lance dos fumantes, né... bom, nada é perfeito! :)

Linda semana pra vcs e mal vejo a hora de nos vermos... está chegando, ebaaaaaaaaaa!!! ;)

Bjão cheio de saudades,
Vanessa

Tabeteimasu - Denise disse...

Olá Van!

Imaginamos o sumiço, não se preocupe...deve ser difícil mesmo, te entendemos!

O lugar é incrível mesmo, nos arrependemos de não tirarmos fotos juntos de costas...rs

Hahaha! Infelizmente os fumantes são em grande número e fomos obrigados a inalar a fumaça irritante...

Também estamos super ansiosos com o tão sonhado fds!!!

Beijos, excelente semana!
Denise

JANA disse...

Na outra vida preciso nascer no Japão não canso de babar nas fotos de vocês.

Maravilhosas as tulipas e claro que eu comeria no restaurante dos ogrinhos, são fofos hehe.
Beijos

Jana

Tabeteimasu - Denise disse...

Oi Jana!

Hahahaha! O Japão é lindo demais, a gente não cansa de elogiar...

Tivemos sorte de encontrar as tulipas abertas e em várias cores, era hipnotizante avistá-las de perto e longe!

Me arrependi de não ter ido neste restaurante dos ogrinhos! rs

Beijos,
Denise

André Leiras Prujansky disse...

Olá casal, saudades!!!

Nossa que viagem!!! Fiquei perdido com tanta informação hahaha que fotos maravilhosas.
Adorei as fotos das pessoas bem descontraídas, ficaram sensacionais!!!

E a vontade de comer unagui agora??? que prato lindo!!! Adoro enguia, apesar que o asari não ficou para trás.

Lindo post! Parabéns!!!

Abraços

Bah disse...

Os pratos estão BEM bonitos mesmo. Claro que o resto também rs... mas eu percebi mesmo que vcs gostam de um shopping rs... Cadê um post especial do Jusco? rs

E percebi que a melhor época pra viajar é na primavera. Todos os lugares floridos são bemmmm mais bonitos do que frio e neve! rs

Kisu!

Tabeteimasu - Denise disse...

Olá André!
Quanto tempo hein! Também estamos com saudades!
Devido a tantas informações o post acabou ficando extenso...rs
Realmente o lugar é lindo a ponto de deixar as pessoas relaxadas e espontâneas!
O Carlos aproveitou a abundância de unagui e agora está com abstinência pois aqui é muito caro, chega a dar dó dele...
Obrigada pelo carinho!


Oi Rô!
Se pudesse voltaríamos várias vezes nesse restaurante...vc tinha que ouvir a voz da dona do lugar, era de meter medo!!!
A gente gosta de shopping, contanto que seja arejado e não tenha muvuca...e claro, tenham lojas agradáveis! rs
Até pensamos em voltar no Japão no outono, mas pensando bem a primavera é bem mais interessante...Então concluímos que não vale a pena trocar de estação!

Abraços a todos,
Denise

Deborah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Deborah disse...

Ola,
Que legal ver que outros brasileiros passaram por Fukuoka e Canal City, onde morei em 2008 (literalmente, morei no hotel em cima do shopping!).
Morro de saudades do Japão.

Abraços,
Deb - www.segredosdelondres.com.br

Tabeteimasu - Denise disse...

Olá Deborah!

Que legal saber que morou no Canal City! Adoramos Fukuoka!!!

A gente também tem muitas saudades do Japão, parece que aumenta a cada dia...rs

Abraço,
Denise

Postar um comentário