23 de setembro de 2010

Casarão 54

Fomos convidados para um almoço pela Romina do blog Bah no último fim de semana. Há 5 anos eu e a Denise estávamos do outro lado do mundo, na mesma cidade e quase que lado a lado com ela. Nunca trocamos uma palavra naquela época. Engraçado que após todo esse tempo, por conta dos blogs (o nosso e o dela), acabamos trocando comentários e viramos leitores recíprocos. Por fim marcamos um encontro e passamos uma tarde inteira conversando, onde descobrimos experiências e amigos em comum.

O local escolhido foi o Casarão 54 por indicação da Romina. O restaurante situa-se na Fazenda Novo Horizonte localizada na altura do kilômetro 54 da Rod. Castello Branco. Logo na entrada da fazenda um grande lago propicia uma bela vista do restaurante.


Fomos os primeiros a chegar pois não sabíamos se o local costumava ficar cheio. A Romina deve estar achando que somos um casal de velhos depois dessa... Aproveitamos e fizemos uma caminhada para conhecer o local.


Só esperava uma recepção mais "interiorana" dos atendentes, com um sorriso e um cumprimento mas tenho a impressão que nosso boa tarde ficou no vácuo...

As especialidades da casa são o Leitão à pururuca, o Frango Festival e a Costela no bafo. Optamos por esta última. A costela é assada no forno a lenha durante 12 horas e acompanha uma porção de polenta.


Logo que o prato chegou assustamos com o tamanho pois o cardápio indica porção para 3 pessoas mas serviria tranquilamente 5 pessoas. A costela estava muito saborosa e desmanchando. Fazia tempo que não comia uma costela boa como essa. A porção de polenta também estava boa, bem sequinha.


Um fato que irritou um pouco foi a pressa em recolher os pratos. O lugar ainda estava vazio enquanto estávamos comendo e por incrível que pareça a atendente perguntou por duas vezes se poderia recolher a comida e embrulhar para viagem. Ainda falamos na primeira vez que estávamos conversando e iríamos comer um pouco mais. Diante da insistência deixamos ela levar e embrulhar. Pelo menos poderíamos conversar em paz.

Para finalizar resolvemos pedir como sobremesa o pudim de leite. Não achamos nada demais no sabor. Além de caro (R$ 9,80) era extremamente pequeno. Minha mãe faz um melhor...


O local é bem agradável e fica a 30 ~ 40 minutos de São Paulo. É uma boa opção para fugir da rotina louca e estressante da cidade. Só o atendimento poderia ter sido um pouco mais cortês. Mas os deslizes não estragaram nosso ótimo encontro...

Preços
Costela de boi no bafo: R$ 107,10
Porção de arroz: R$ 12,70
Refrigerante: R$ 3,70
Pudim: R$ 9,80

Endereço
Saída 54-B da Castello Branco (sentido interior)
A 100 metros do início da estrada da ligação Castello/São Roque entrar à direita.

Site
http://www.casarao54.com.br

17 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Poxa, q legal um encontro entre vcs! E pelo visto foi um encontro pra lá de delicioso hehehe, com tudo isso ai de bom pra comer.

parece q tá virando praga essa mania de atendimento ruim né. não é o primeiro lugar q vcs falam desse problema, mas parece que o pessoal acha que pode tratar que nem bicho q o povo volta...e não é assim.

abraços!

tocomfome disse...

Hummmmmmm
Fiquei com vontade da costela! hehehehe
Estelis

Nilce disse...

Ah, então foi aí que tudo se tornou palpável. rsrsrsrs
O lugar é lindo!
Adoro costela e polenta. Hummmmm.
É muito comum por aqui, vocês podem imaginar.
Mas que mania de desrespeito, hein?
Tem certeza que não foram os pais da Denise que começaram isso? kkkkk
Filha não pode ficar só com estranho. rsrsrs

Adoro vocês.

Bjs no coração!

Nilce

Tabeteimasu disse...

Olá Alexandre,
Realmente foi um encontro bem legal. Demorou mas valeu a pena!

Estamos achando que o problema é conosco pois em vários lugares os atendentes tem pressa para retirar os pratos....rs...

Olá Estelis,
Fazia tempo que não comia costela! Agora preciso ir em uma costelaria daqui de SP mesmo para provar...

Olá Nilce,
Depois de muito tempo saímos do mundo virtual para o real...rs...mas ainda falta encontrar com muitos colegar virtuais (e vc está inclusa!)
Normalmente comemos costela mais no interior. Aqui em SP nunca fomos em costelaria por incrível que pareça...rs...

Abraço a todos,
Carlos

lolipop disse...

Sabem do que eu tenho pena? É não poder também convidar vcs dois para almoçar. Quem sabe um dia! Acho super engraçado isso de encontrar amigos desse mundo virtual.
O restaurante pareceu-me tão legal, pena a falta de cortesia...e o pudim de leite...rsrs
Fiquei curiosa de saber como fazem o leitão aí. Vai ver é assado como o Português, com um molhinho de pimenta.
TERNURASSSSSSSSSSSSSSSSSS

criadomudo disse...

Sou o responsável pelo Restaurante Casarão 54 anotei as observações feitas e conversaremos com as responsáveis pelo atendimento. Na próxima vez, buscaremos ser mais " caipiras " ou será que nosso atendimento foi caipira demais?
Agradecemos indicações elogiosas ao local e à costela de boi no bafo. Já postei no nosso blog o endereço de seu blog, que esta muito legal. Parabéns !!!!

Tabeteimasu disse...

Boa noite Criadomudo,
Agradecemos pela visita e por considerar nossas observações.
Em relação a ser mais "caipira" no atendimento, creio que esta não seja a palavra adequada.

Não é necessário ser mais "caipira" no atendimento pois ninguém sai de São Paulo e vai para o interior atrás disso. Vamos atrás de comida boa e atendimento bom também.

Quando me referi a uma recepção "interiorana", quis dizer mais simpática e gentil pois em São Paulo o atendimento geralmente é frio...

Gostamos do interior principalmente porque as pessoas são mais amigáveis do que em São Paulo e não porque são "caipiras"
. Creio que muitos compartilham dessa mesma opinião.

A comida estava ótima e o deslize foi apenas no atendimento. Mesmo assim valeu a pena!

Carlos e Denise

andreia inoue disse...

ola!!!
que lugar maravilhoso,lembrou um restaurante que fui em mishima e que tinha um espaco verde e um laguinho,nada melhor do que poder comer e apreciar uma linda paisagem.Logo de cara ja gostei.E essa costela no bafo esta com uma aparencia suculenta,queroooooooo!
:D
ja falei que quando tiver um novo encontro desses eu quero muito ir,gostaria demais de conhecer vcs e a bah.
E sobre o atendimento acho que eh uma das coisas que a gente mais estranha quando volta ne?afinal aqui uma das excelencias eh o atendimento,em qualquer tipo de estabelecimento comercial somos tratados como reis.
um beijaooo.
->E legal o comentario do resposavel do restaurante.

Vanessa disse...

Ola...

Adorei a resposta de voces ao responsavel do restaurante. Justamente por Sao Paulo termos um atendimento muitas vezes aclerado, frio e impessoal buscamos o contrario em outros lugares e geralmente em restaurantes no interior, em Minas, Sul....costumamos ser bem atendidos de forma menos impessoal.

E possivel degustar, papear...espero que ele entenda o uso da palavra "interiorana" de forma construtiva e nao pejorativa!

Eu iria no leitao a pururuca....amo uma comida calorica com gosto de sitio, fazenda...lembra as comidas da minha batchan que morou em fazenda e mesmo japonesa sabia fazer comidas diversas maravilhosamente bem!

Voces ainda nao foram la na Casa da Costela ne? Nao e espetacular mas la tem a opcao no bafo e na brasa....tem porcoes mistas....e amo a berinjela que fica no self junto com as saladas (nao sei se e fritinha ou assada) e la tem um molho com gengibre e shoyu....come a costela com esta berinjela com este molho e shirogohan......hummmmmmmmm.....kkkk

Denise: O Affair eu acho mais claro, os pigmentos perolados sao maiores um pouco e ele puxa mais pro vinho arroxeado (?) rs
Ja o Acai e mais encorpado, escuro....se voce gosta deste tom mais escuro vai gostar dele! Com 1 camada ja fica bem legal....se quiser passar aquela cobertura transformadora da Colorama (base-topcoat roxinha) ficara melhor ainda.

Ele salva qq esmalte! rs

Beijos e otimo fds pra vc e pro Carlos!

Bah disse...

Olha eu no post! hhahaha Gente, adoreiiiii muuuito mesmo o nosso encontro... vcs são tão sussa que dá pra se sentir à vontade mesmo estando de vela rs. As fotos ficaram muito boas mesmo... Só o Carlos mesmo pra tirar as fotos porque eu não tenho paciência pra ficar escolhendo ângulo enquanto a comida esfria rs... e eu fiquei boBAH com o comentário do dono... realmente, internet tá ai pra isso e críticas construtivas são sempre boas para melhorar o atendimento, afinal, sem esse canal o lugar não poderia ser recomendado..

Kisu!

Georgia disse...

Como essas amizades que a gente faz aqui virtualmente valem à pena né? Muito legal esse encontro de vcs!!!
E legal o responsável pelo estabelecimento ter se pronunciado né? Ponto pra eles!

Bjus pros dois!!!

Tabeteimasu disse...

Olá Margarida,
Quem sabe um dia vc vem para o Brasil passear? Assim poderemos almoçar muitas vezes!
O leitão aqui costuma ser preparado assado ou frito no tacho. Geralmente comemos com um pouco de limão para "quebrar" um pouco a gordura dele.

Olá Andréia,
Quando vc voltar para cá vamos marcar um almoço sim!

Olá Vanessa,
É exatamente por isso que gostamos de "fugir" para o interior de vez em quando. Devido à correria frenética de SP o atendimento acaba sendo mais frio mesmo. Não usei a palavra "interiorana" de forma pejorativa...ainda mais porque tenho vários parentes que são do interior. Como sua batchan era do interior você deve saber muito bem como é né...

Ainda não fomos na Casa da Costela mas está em nossa lista! Agora que você falou sobre os acompanhamentos ficamos com mais vontade ainda...rs

Olá Romina,
Você não ficou de vela não! Assim que as coisas acalmarem para vc vamos marcar novamente hein! Se quiser pegar as fotos fique à vontade.
Fiquei contente por considerarem nossa crítica como construtiva pois é um lugar muito agradável e com comida boa. Afinando o atendimento ficará melhor ainda.

Olá Geórgia,
Já conhecemos bastante gente através do blog e valeu a pena. Espero conhecer a maioria dos amigos que temos aqui!

Bjo,
Carlos

Elisa no blog disse...

Denise e Carlos,
Desculpe, estou atrasada nos comentários. Demorei mas cheguei. Tinha visto o comentário no blog da Bah e confesso que estava curiosa de saber como é esse 54. Fiquei contente e satisfeita ao ver as fotos. Realmente parece um lugar muito bonito. E a comida deliciosa. Que saudade de uma comidinha brasileira. Eu faço, mas o daí é especial.
bj
Elisa

Denise disse...

Olá Elisa!

Que bom que gostou das fotos, foi um passeio revigorante!
Quanto as saudades das comidas brasileiras é difícil mesmo, mas acredito que é prendada e capaz de fazer muita coisa boa, vai! rs

Bjs!

Mario disse...

Deveria ter acreditado mais em seu blog, hehehe.
Fui nesse final de semana (04/05/2013) pensei que só iria encontrar o mau atendimento, desde que a comida fosse boa que mau tem, mas me dei mau. Fui com minha esposa e filha, pedi um Leitão a Pururuca, estava sem tempero algum, muito ruim e seco, não recomendo. Talvez devesse ter pedido a Costela que vocês aprovaram, mas vale para completar seu relato.

Mario disse...

Ah sim, o atendimento continua frio, falta algo no atendimento, entendo que os atendentes deveriam ser mais prestativos e dar recomendações dos pratos, eu que estava com 2 mulheres, meia porção seria suficiente, por exemplo. Se o Leitão está sem tempero e seco, deveria ter informado que a Costela ou o Frango estaria melhor no dia, isto evitaria a observação que fiz hoje, onde faz com que o cliente não retorne ao local.

Tabeteimasu - Denise disse...

Olá Mario,

É uma pena acontecer isso em um lugar que poderia ser recomendado facilmente aos amigos por ter um ambiente agradável...

Leitão à pururuca tem que estar bem temperado e com a carne úmida para ficar bom. Em relação ao atendimento, está cada vez mais difícil achar restaurantes com atendentes prestativos e simpáticos. Infelizmente...

O jeito é explorar outros lugares pois fatos como esses desanimam mesmo.

Obrigada por ter compartilhado estas informações!

Abraço,
Denise

Postar um comentário