23 de maio de 2011

Farabbud

Já falamos sobre o Farabbud aqui mas não custa falar de novo já que é um restaurante que vale a pena. Neste sábado que passou demos uma passada lá com um amigo, o Ismael.

De entrada pedimos as ótimas esfihas que são assadas na hora. Pedimos de carne, ricota e escarola. O destaque vai para a de ricota, com um recheio cremoso e bem temperado. A recheada de carne é tão boa quanto do Almanara. Pedimos suco de tangerina (natural) que vem em jarrinhas e servem duas pessoas.


Logo depois pedimos o Kibe Sue Sue, preparado com de peixe branco e trigo sendo recheado com cebola, pinoli e uva passa.


O kibe é bem leve e tem o sabor suave. O recheio com cebolas douradas, pinoli e uva passa casa muito bem. Ainda veio uma saladinha de rúcula para acompanhar. Ele é tão bom quanto o kibe vegetariano.

Pedimos também Chich Barak que são capeletis recheados de vitelo cozidos na coalhada e cobertos de pinoli crocantes.


Os capeletis são graúdos e o recheio é suave, não chamando tanta a atenção. O sabor mesmo vem da coalhada bem temperada. A Denise achou a coalhada deste prato mais suave do que a servida no Chacrie (pedido em outra visita).

O tamanho das porções não é muito grande e como estávamos em 3 ainda tinha espaço para pedir mais alguma coisa, mas como iríamos a outros lugares paramos por ali mesmo. Pulamos a sobremesa já que dali o nosso destino seria o Bacio di Latte...

Normalmente o local fica cheio nas neste dia até que estava tranquilo.
Gostamos bastante do Farabbud pois lá encontramos comida honesta, ambiente agradável e atendimento cordial.

Preços
Esfiha fechada de ricota: R$ 3,50
Esfiha fechada de carne: R$ 3,90
Esfiha fechada de escarola: R$ 3,50
Kibe Sue Sue: R$ 26,00
Chich Barak: R$ 28,40
Suco de tangerina: R$ 7,30

Endereço
Alameda dos Anapurus, 1253 - Moema
11 5054-1648

Site
http://www.farabbud.com.br/

10 comentários:

Kiyomi, a.k.a. Piggy disse...

Oi Carlos, Oi Denise! Já estou com água na boca em provar tudo isso! O que dá uma pena aqui é que, em meus 13 anos no Japão, NUNCA encontrei um restaurante árabe ou sírio, pois adoro esfiha, tenho saudades de quibe assado recheado, dos doces com mel e pistache...
E pelo jeito esse restaurante está sendo altamente recomendado! Estou vendo quando eu retornar: nao vou conseguir passar na porta do avião hahahaha

Nilce disse...

Ah nesse eu me esbaldava.
Esfiha e quibe são comigo mesmo. Adoro!
E estão com uma cara deliciosa.
E aí? Queria saber da sobremesa. rs

E engordar nada?

Bjs no coração!

Nilce

Georgia disse...

Eu adoro esfihas e kibes,e nunca comi esfiha de ricota, deve ser um sonho ;)

E quanto as agendas, como era bom cortar as revistas capricho, carícia... ai ai, velhos tempo né?

Bjus!!
Tá muito frio por aí?

Cacá disse...

Que esfiha é essa Carlos e Denise... parecem deliciosas analisando a textura da massa pela foto. Agora fiquei com vontade de experimentar! Esse Chich Barak também não fica atrás. Sou apaixonada por massas. Quanto ao kibe, já que não sou tão fã assim, deixo passar rs.

Bjuss, bjuss

Tabeteimasu - Denise disse...

Olá Kiyomi,
O lugar é bom mesmo, daqueles que mal sai do lugar com vontade de voltar logo!!!
Quanto passar na porta do avião, não se preocupe, a gente traça um roteiro a pé para queimar as calorias, hahahaha!

Oi Nilce,
As esfihas por serem assadas na hora, são irresistíveis... a massa no ponto certo e recheio delicioso! Impossível comer uma só!!!
Desta vez não pedimos as sobremesas, pois no mesmo dia degustamos vários doces em outros lugares, é surpresa... aguarde novos posts! rsrsrs

Olá Georgia,
A esfiha com recheio de ricota é a nossa preferida! Vale a pena sim!!!
Coitadas das revistas que costumava comprar, só tinham finalidades em serem recortadas para serem coladas nas minhas agendas, hahaha! Bons tempos né?
O frio deu uma trégua... esquentou um pouco, dá para ficar com blusa mais fina, ufa!

Oi Cacá,
As esfihas são divinas mesmo... só de relembrar dá vontade de fazer um repeteco! Se estivesse por SP já combinaríamos em irmos lá! rs

Beijos a todas!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Nossa. Que delícia de post (e as fotos estão um show).

Esfiha com recheio de ricota, huuuum. deu vontade. e assadinha na hora, é de perder o juízo rs.

muito bom!

Vanessa disse...

Senhor....estao se inspirando nas fotos dos fotografos daquela materia que estava no FB....por falar nisso, conheco 1 deles!

Oq dizer sobre este post?
Eu juro que ate salivei....uma pq eu nao aprendo e sempre passo por aqui de barriga vazia e outra, tudo me pareceu muito bom!

Ja sabem casal....logo mais, Farabbud!
Bjs

Tabeteimasu - Denise disse...

Olá Alexandre!
A esfiha de ricota realmente é ótima, daquelas que não dá para se comer uma só... a massa vem na medida certa e o recheio vem generoso, bem temperado!
Quando estiver por aqui, podemos combinar em ir lá hein!!!

Oi Van!
Aquelas fotos do Face são espetaculares, bem tiradas! Ah se pudesse fazer aquelas imagens virarem comidas viu... hahaha!
O Farabbud vai te encantar, pode ter certeza! Só estamos te esperando para voltarmos lá!!!

Abraços a todos!

Bah disse...

Vcs gostam de uma comida árabe hein? rsss

E sempre que eu vejo tem coalhada no meio rs... eu tenho que perder o nojinho de coalhada um dia rs... E esse kibe tá com uma cara ótima...

Kisu!

Tabeteimasu - Denise disse...

Oi Rô!

Depois que descobrimos lugares ótimos para apreciar este tipo de prato, não paramos mais! É muito bom, se quiser nos acompanhar é só marcar!

A coalhada não agrada todo mundo mesmo, porque sou a prova viva! Para se ter idéia, a única que aprovo e como até o fim é em forma de sobremesa do Almanara, com mel. Se for servida em pratos principais, dependendo do lugar preparado, não gosto muito, ainda mais se estiver mais azeda. Prefiro mais neutra, e do Farabbud é ótima!

Bjos

Postar um comentário